Carrapatos

BIOLOGIA DOS CARRAPATOS
(Rhipicephalus sp, Amblyomma sp)

Os carrapatos são artrópodes ectoparasitas (parasitas externos) que vivem na superfície do corpo de um hospedeiro (animais domésticos, animais silvestres e o homem) alimentando-se de sangue (hematófagos). Possuem grande importância como vetores de agentes patogênicos (protozoários, bactérias e vírus). Seu formato depende se o parasita está ingurgitado (cheio de sangue) ou não. Quando está ingurgitado apresenta-se em um formato quase oval, e quando não está apresenta-se achatado.

São classificados em duas famílias: Ixodidae e Argasidae.

Ciclo evolutivo: após a fêmea se alimentar, deposita seus ovos próximo ao solo. Quando acaba o período de ovoposição as fêmeas ixodidaes morrem, e as argasidaes permanecem vivas. Em seguida, o ovo passa para o estado de larva, e essas ficam na vegetação aguardando um hospedeiro. Após se alimentarem do hospedeiro, as larvas sofrem a muda e passam para o estágio de ninfa. Alimentam-se novamente e tornam-se adultas.

Algumas espécies são monóxeno, ou seja, realizam todas as suas mudas no mesmo hospedeiro, alimentando-se apenas dele; outras são heteróxeno, possuindo mais de um hospedeiro e realizando as mudas no solo.

Ixodidae
Os machos ixodídeos possuem um escudo dorsal quitinoso, sendo conhecidos como “carrapatos duros”, enquanto que nas fêmeas, larvas e ninfas, esse escudo cobre apenas a região anterior do corpo, permitindo assim a dilatação do abdômen após a alimentação. Devido a essa diferença no escudo, fica evidente o dimorfismo sexual. As espécies mais conhecidas são Rhipicephalus sp.

 Argasidae
Os argasídeos não possuem esse escudo quitinoso e recebem a denominação de “carrapatos moles”. Como não possuem o escudo dorsal, o dimorfismo sexual é pouco acentuado. Também são responsáveis pela disseminação de doenças. Possuem hábitos noturnos, e, durante o dia, escondem-se em fendas nas paredes e pisos. São extremamente resistentes à fome, podendo viver até cinco anos sem se alimentar. As espécies mais conhecidas são Amblyomma sp.